domingo, 24 de outubro de 2010

A escolha entre o bem e o mal




Mesmo que tenhamos praticado o mal, ainda há tempo para nos redimir e mudar de direção!

Todos os dias fazemos escolhas. Deus nos dá o livre arbítrio, a oportunidade de escolher entre o bem e o mal. E como se ele nos perguntasse: “Filho, você deseja fazer o bem ou o mal hoje?”
A partir do momento em que Ele nos dá essas opções, fica claro que teremos de fazer escolhas no decorrer de cada dia. Ao vivermos diversas situações, depararmos com pessoas de diferentes perfis e até convivermos com a gente mesmo, haveremos de escolher entre fazer o bem ou não. E a perfeita vontade de Deus é que optemos por fazer o bem, e claro, sem olhar a quem.

Muitas vezes não conseguimos acertar nas escolhas porque a nossa motivação está errada. Tiramos os nossos olhos de Deus e colocamos nossa atenção no homem, no que ele faz ou deixa de fazer. Por vezes, até parece que os homens são mais reais e verdadeiros do que o próprio Deus.

Sempre quando falhamos temos justificativas na ponta da língua: “Mas ele me provocou primeiro”; “Fulano não se lembrou de mim”; “Sicrano não me desce à garganta”. E por aí vai, estamos sempre prontos a atacar!

Não temos o poder de nos mudar, de nos transformar, mas Deus tem todo poder. Ele conhece o segredo para o sucesso de nossas escolhas e também quer que vençamos o mal que habita em nós, pois está escrito: “Buscai o bem e não o mal, e vivereis; e o Senhor Deus dos exércitos estará convosco, como o dizeis.” (Amós 5, 14.)Esse versículo deixa bem claro, desde o começo, que precisamos buscar o bem diligentemente todos os dias. “Quem investiga o bem busca o favor; o que busca o mal será por ele oprimido”. (Pv 11, 27).
A prática do mal nos faz pessoas sem pudor, sem domínio próprio e ainda pode abrir portas para que outros males sobrevenham sobre nós, além de entristecer a Deus. Mesmo que tenhamos praticado o mal, ainda há tempo para nos redimir e mudar de direção! Deus quer que não nos cansemos de fazer o bem, pois “Aquele que souber fazer o bem, e não o faz, peca” (Tg 4, 17).
Quem somos nós diante do bem e do mal? Lembre-se: diante de Deus não há disfarces.

**Baseado no texto de Jamille Morais

(Texto retirado do Excelente Blog Semeando Catequese)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para mim... Caso você não tenha uma conta do Google e fizer seu comentário de forma anônima, não esqueça de deixar seu nome e seu e-mail para que eu possa entrar em contato com você!
PAZ & BEM!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...