1

1

segunda-feira, 21 de março de 2011

Reflexão – Aos Catequistas

“Quantas vezes eu desanimei, mas a minha cruz nunca larguei. Pois Jesus não dá a cruz maior do que
a força. Continua a carregar a cruz, mesmo que eu sofra.

Quantas vezes eu me alegrei, e a sorrir expus a cruz que carreguei. É depois da tempestade que vem a
bonança. Se é Jesus que está na minha vida, a cruz não me cansa.
A cruz não me cansa.

Que assim seja para todos nós, catequistas. Não desanimemos diante das dificuldades, não apenas
aquelas que aparecem na nossa caminhada de igreja, mas na nossa vida pessoal. Não nos entreguemos
à descrença nem questionemos os desígnios de Deus. Se for preciso, chore no quarto! Desabafe de
alguma forma. Mas jamais “entregue os pontos”. Sempre haverá uma saída.

O Pai jamais nos abandona”.

Alberto Meneguzzi

(Texto enviado por e-mail pelo Catequista Bruno Velasco, MEJ)

Um comentário:

  1. Que lindo...
    Levei essa reflexão para os catequistas da minha comunidade.
    Obrigada por partilhar, Roberto.

    Paz e bem!
    Salve Maria!!!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim... Caso você não tenha uma conta do Google e fizer seu comentário de forma anônima, não esqueça de deixar seu nome e seu e-mail para que eu possa entrar em contato com você!

PAZ & BEM!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...