quarta-feira, 6 de abril de 2011

Reflexão Quaresmal

A cruz é um mistério escondido, pois para o mundo atual ela é algo que se rejeita e não se suporta... ninguém quer saber da cruz.
Parece até uma brincadeira, mas queremos ser cristãos e não queremos, de forma alguma, a presença da cruz na nossa vida.
É muito comum que as pessoas procurem os padres para pedir que rezem ao Senhor para tirar-lhes algum sofrimento, ajudar-lhes na tribulação, arrumar-lhes a bagunça da vida.
A pergunta que sempre paira é: “Se Deus é amor, por que permite o sofrimento? Se Deus é tão bom, por que permite isso na minha vida?” As seitas que apareceram nos últimos anos vêm para camuflar um grande mistério que o Senhor nos deixou: a cruz gloriosa! Seja o marido que abandonou a família ou a situação do desemprego, uma doença grave, um filho dependente químico, a falta de dinheiro para ter uma vida digna etc.

Afirma São Paulo em sua primeira carta aos Coríntios: “Para os judeus é escândalo, para os gentios é loucura” (17-25).

Perguntemo-nos: Qual o significado da cruz (o sofrimento de cada dia) em nossa vida?

Talvez a cruz tenha se tornado um fardo pesado, pelo qual nós a aceitamos com resignação porque não há outra solução.
A cruz é aquilo que nos destrói, porque nos causa sofrimento e nos separa da felicidade.
Várias vezes escutei algumas pessoas dizerem que Deus não permite a cruz, que diante dela temos que nos rebelar contra Ele, porque somos chamados para ter sucesso neste mundo, com vida tranqüila e “quanto mais você ajudar financeiramente naquela seita, mais Deus lhe abençoará”.
Mas será que esse é o plano do Senhor para nós ou tudo é um engano demoníaco do nosso tempo? Jesus Cristo afirma: “Aquele que não toma a sua cruz e me segue não é digno de mim” (Mt 10,38).
Então, o que significa aceitar a cruz? É aceitar o projeto que o Senhor propôs na sua vida para fazer que você chegue até Ele.
A fé é experimentar que na cruz do dia a dia Deus provê. Os discípulos também ficaram escandalizados com a cruz, porém quando experimentaram o poder de Deus frente à morte, a cruz se transformou no rosto resplandecente de Deus.
Portanto, não pergunte mais a Deus o porquê disto ou o porquê daquilo, mas pergunte para quê Deus permite esse sofrimento na sua história.
A resposta é única e fundamental para a nossa vida: Deus é amor! Deus o chama a encarnar no cotidiano o Seu Espírito.
Deus permite muitas vezes aquilo que nos limita e nos faz sofrer para que você e eu cheguemos à vida eterna.
Que nesta quaresma o Senhor nos ajuda a não rejeitar as nossas cruzes, mas abraçá-las e carregá-las sem hesitar.
(Fonte)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para mim... Caso você não tenha uma conta do Google e fizer seu comentário de forma anônima, não esqueça de deixar seu nome e seu e-mail para que eu possa entrar em contato com você!

PAZ & BEM!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...