1

1

domingo, 30 de junho de 2013

Liturgia Diária

  • Vermelho. São Pedro e São Paulo, Apóstolos, Solenidade
Evangelho - Mt 16,13-19
Tu és Pedro e eu te darei as
chaves do Reino dos Céus.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 16,13-19

Naquele tempo:
13Jesus foi à região de Cesaréia de Filipe
e ali perguntou aos seus discípulos:
"Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?"
14Eles responderam:
"Alguns dizem que é João Batista; outros que é Elias;
Outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas".
15Então Jesus lhes perguntou:
"E vós, quem dizeis que eu sou?"
16Simão Pedro respondeu:
"Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo".
17Respondendo, Jesus lhe disse:
"Feliz es tu, Simão, filho de Jonas,
porque não foi um ser humano que te revelou isso,
mas o meu Pai que está no céu.
18Por isso eu te digo que tu és Pedro,
e sobre esta pedra construirei a minha Igreja,
e o poder do inferno nunca poderá vencê-la.
19Eu te darei as chaves do Reino dos Céus:
tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus;
tudo o que tu desligares na terra 
será desligado nos céus".
Palavra da Salvação.

1ª Leitura - At 12,1-11
Agora sei que o Senhor enviou o seu anjo
para me libertar do poder de Herodes.
Leitura dos Atos dos Apóstolos 12,1-11

Naqueles dias,
1o rei Herodes
prendeu alguns membros da Igreja, para torturá-los.
2Mandou matar à espada Tiago, irmão de João.
3E, vendo que isso agradava aos judeus,
mandou também prender a Pedro.
Eram os dias dos Pães ázimos.
Depois de prender Pedro,
Herodes colocou-o na prisão,
guardado por quatro grupos de soldados,
com quatro soldados cada um.
Herodes tinha a intenção de apresentá-lo ao povo,
depois da festa da Páscoa.
5Enquanto Pedro era mantido na prisão,
a Igreja rezava continuamente a Deus por ele.
6Herodes estava para apresentá-lo.
Naquela mesma noite,
Pedro dormia entre dois soldados,
preso com duas correntes;
e os guardas vigiavam a porta da prisão.
7Eis que apareceu o anjo do Senhor
e uma luz iluminou a cela.
O anjo tocou o ombro de Pedro, acordou-o e disse:
"Levanta-te depressa!"
As corrrentes caíram-lhe das mãos.
8O anjo continuou:
"Coloca o cinto e calça tuas sandálias!"
Pedro obedeceu e o anjo lhe disse:
"Põe tua capa e vem comigo!"
9Pedro acompanhou-o, e não sabia que era realidade
o que estava acontecendo por meio do anjo,
pois pensava que aquilo era uma visão.
10Depois de passarem pela primeira e segunda guarda,
chegaram ao portão de ferro que dava para a cidade.
O portão abriu-se sozinho. Eles saíram, 
caminharam por uma rua e logo depois o anjo o deixou.
11Então Pedro caiu em si e disse:
"Agora sei, de fato, que o Senhor enviou o seu anjo
para me libertar do poder de Herodes
e de tudo o que o povo judeu esperava!"
Palavra do Senhor.

 

2ª Leitura - 2Tm 4,6-8.17-18
Agora está reservada para mim a coroa da justiça.
Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo 4,6-8.17-18

Caríssimo:
6Quanto a mim,
eu já estou para ser derramado em sacrifício;
aproxima-se o momento de minha partida.
7Combati o bom combate,
completei a corrida, guardei a fé.
8Agora está reservada para mim a coroa da justiça,
que o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia;
e não somente a mim,
mas também a todos que esperam com amor
a sua manifestação gloriosa.
17Mas o Senhor esteve a meu lado e me deu forças;
ele fez com que a mensagem
fosse anunciada por mim integralmente,
e ouvida por todas as nações;
e eu fui libertado da boca do leão.
18O Senhor me libertará de todo mal
e me salvará para o seu Reino celeste.
A ele a glória, pelos séculos dos séculos! Amém.
Palavra do Senhor.

 

Salmo - Sl 33(34),2-3.4-5.6-7.8-9 (R. 5)

R.De todos os temores me livrou o Senhor Deus.
2Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, *
seu louvor estará sempre em minha boca.
3Minha alma se gloria no Senhor; *
que ouçam os humildes e se alegrem! R.

4Comigo engrandecei ao Senhor Deus, *
exaltemos todos juntos o seu nome!
5Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, *
e de todos os temores me livrou. R.

6Contemplai a sua face e alegrai-vos, *
e vosso rosto não se cubra de vergonha!
7Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, *
e o Senhor o libertou de toda angústia. R.

8O anjo do Senhor vem acampar *
ao redor dos que o temem, e os salva.
9Provai e vede quão suave é o Senhor! *
Feliz o homem que tem nele o seu refúgio! R.

sábado, 29 de junho de 2013

Liturgia Diária

  • Verde. Sábado da 12ª Semana Tempo Comum 

  
Evangelho - Mt 8,5-17
Muitos virão do Oriente e do Ocidente, 
e se sentaróo à mesa junto com Abraão, Isaac e Jacó.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 8,5-17
Naquele tempo: 
5Quando Jesus entrou em Cafarnaum, 
um oficial romano aproximou-se dele, suplicando: 
6'Senhor, o meu empregado está de cama, lá em casa, 
sofrendo terrivelmente com uma paralisia.' 
7Jesus respondeu: 'Vou curá-lo.' 
8O oficial disse: 'Senhor, 
eu não sou digno de que entres em minha casa. 
Dize uma só palavra e o meu empregado ficará curado. 
9Pois eu também sou subordinado 
e tenho soldados debaixo de minhas ordens. 
E digo a um : 'Vai!', e ele vai; 
e a outro: 'Vem!', e ele vem; 
e digo ao meu escravo: 'Faze isto!', e ele faz.' 
10Quando ouviu isso, Jesus ficou admirado, 
e disse aos que o seguiam: 
'Em verdade, vos digo: 
nunca encontrei em Israel alguém que tivesse tanta fé. 
11Eu vos digo: 
muitos virão do Oriente e do Ocidente, 
e se sentarão à mesa no Reino dos Céus, 
junto com Abraão, Isaac e Jacó, 
12enquanto os herdeiros do Reino 
serão jogados para fora, nas trevas, 
onde haverá choro e ranger de dentes.' 
13Então, Jesus disse ao oficial: 
'Vai! e seja feito como tu creste.' 
E naquela mesma hora o empregado ficou curado. 
14Entrando Jesus na casa de Pedro, 
viu a sogra dele deitada e com febre. 
15Tocou-lhe a mão, e a febre a deixou. 
Ela se levantou, e pôs-se a servi-lo. 
16Quando caiu a tarde, levaram a Jesus 
muitas pessoas possuídas pelo demônio. 
Ele expulsou os espíritos, com sua palavra, 
e curou todos os doentes, 
17para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta Isaías: 
'Ele tomou as nossas dores 
e carregou as nossas enfermidades.' 
Palavra da Salvação.
 
 
1ª Leitura - Gn 18,1-15
Existe alguma coisa impossível para o Senhor?
Voltarei a ti e Sara já terá um filho.
Leitura do Livro do Gênesis 18,1-15

Naqueles dias: 
1O Senhor apareceu a Abraão 
junto ao carvalho de Mambré, 
quando ele estava sentado à entrada da sua tenda, 
no maior calor do dia. 
2Levantando os olhos, 
Abraão viu três homens de pé, perto dele. 
Assim que os viu, correu ao seu encontro 
e prostrou-se por terra. 
3E disse: 'Meu Senhor, 
se ganhei tua amizade, 
peço-te que não prossigas viagem, 
sem parar junto a mim, teu servo. 
4Mandarei trazer um pouco de água para vos lavar os pés, 
e descansareis debaixo da árvore. 
5Farei servir um pouco de pão 
para refazerdes vossas forças, 
antes de continuar a viagem. 
Pois foi para isso mesmo 
que vos aproximastes do vosso servo'. 
Eles responderam: 
'Faze como disseste'. 
6Abraão entrou logo na tenda, 
onde estava Sara e lhe disse: 
'Toma depressa três medidas da mais fina farinha, 
amassa alguns pães e assa-os'. 
7Depois, Abraão correu até o rebanho, 
pegou um bezerro dos mais tenros e melhores, 
e deu-o a um criado, 
para que o preparasse sem demora. 
8A seguir, foi buscar coalhada, 
leite e o bezerro assado, 
e pôs tudo diante deles. 
Abraão, porém, permaneceu de pé, junto deles, 
debaixo da árvore, enquanto comiam. 
9E eles lhe perguntaram: 
'Onde está Sara, tua mulher?' 
- 'Está na tenda', respondeu ele. 
10E um deles disse: 
'Voltarei, sem falta, no ano que vem, por este tempo, 
e Sara, tua mulher, já terá um filho'. 
Ouvindo isto, Sara pôs-se a rir, 
da entrada da tenda, 
que estava atrás dele. 
11Abraão e Sara já eram velhos, 
muito avançados em idade, 
e para ela já havia cessado o período regular das mulheres. 
12Por isso, Sara se pôs a rir em seu íntimo, dizendo: 
'Acabada como estou, 
terei ainda tal prazer, 
sendo meu marido já velho?' 
13E o Senhor disse a Abraão: 
'Por que riu Sara, 
dizendo consigo mesma: 
'Acaso ainda terei um filho, sendo tão velha?' 
14Existe alguma coisa impossível para o Senhor? 
No ano que vem, voltarei por este tempo, 
e Sara já terá um filho'. 
15Sara protestou, dizendo: 'Eu não ri', 
pois estava com medo. 
Mas ele insistiu: 'Sim, tu riste'. 
Palavra do Senhor.

 

Salmo - Lc 1,46-47. 48-49. 50-51. 52-53. 54-55 (R.Cf.54b)
R. O Senhor se lembrou de mostrar sua bondade.

46A minh'alma engrandece ao Senhor, * 
47e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador,R. 

48pois, ele viu a pequenez de sua serva, * 
eis que agora as gerações hóo de chamar-me de bendita. 
49O Poderoso fez por mim maravilhas * 
e Santo é o seu nome!R. 

50Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam. 
51Demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos.R. 

52Derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou. 
53De bens saciou os famintos * 
e despediu, sem nada, os ricos.R. 

54Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor, 
55como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.R. 

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Liturgia Diária

  • Vermelho. 6ª-feira da 12ª Semana Tempo Comum 

  • Sto. Irineu, BMt, memória
Evangelho - Mt 8,1-4
Se queres, tu tens o poder de me purificar.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 8,1-4
1Tendo Jesus descido do monte, 
numerosas multidões o seguiam. 
2Eis que um leproso se aproximou 
e se ajoelhou diante dele, dizendo: 
'Senhor, se queres, tu tens o poder de me purificar.' 
3Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse: 
'Eu quero, fica limpo.' 
No mesmo instante, o homem ficou curado da lepra. 
4Então Jesus lhe disse: 
'Olha, não digas nada a ninguém, 
mas vai mostrar-te ao sacerdote, 
e faze a oferta que Moisés ordenou, 
para servir de testemunho para eles.' 
Palavra da Salvação.
 
 
1ª Leitura - Gn 17.1.9-10.15-22
Este é o sinal de minha aliança:
todo homem entre vós deverá ser circuncidado. 
Sara te dará um filho.
Leitura do Livro do Gênesis 17.1.9-10.15-22
1Abrão tinha noventa e nove anos de idade, 
quando o Senhor lhe apareceu e lhe disse: 
'Eu sou o Deus Poderoso. 
Anda na minha presença e sê perfeito. 
9Deus disse ainda a Abraão: 
'Guarda a minha aliança, 
tu e a tua descendência para sempre. 
10Esta é a minha aliança que devereis observar, 
aliança entre mim e vós e tua descendência futura: 
todo homem entre vós deverá ser circuncidado'. 
15Deus disse também a Abraão: 
'Quanto à tua mulher, Sarai, 
já não a chamarás Sarai, mas Sara. 
16Eu a abençoarei e também dela te darei um filho. 
Vou abençoá-la, e ela será mãe de nações, 
e reis de povos dela sairão'. 
17Abraão prostrou-se com o rosto em terra, 
e pôs-se a rir, dizendo consigo mesmo: 
'Será que um homem de cem anos vai ter um filho 
e que, aos noventa anos, Sara vai dar à luz?'. 
18E, dirigindo-se a Deus, disse: 
'Se ao menos Ismael pudesse viver em tua presença'. 
19Deus, porém, disse: 
'Na verdade, é Sara, tua mulher, 
que te dará um filho, a quem chamarás Isaac. 
Com ele estabelecerei a minha aliança, 
uma aliança perpétua para a sua descendência. 
20Atendo ao teu pedido, também, a respeito de Ismael. 
Eu o abençoarei e tornarei fecundo 
e extremamente numeroso. 
Será pai de doze príncipes 
e farei dela uma grande nação. 
21Mas, quanto à minha aliança, eu a estabelecerei com Isaac, 
o filho que Sara te dará no ano que vem, por este tempo'. 
22Tendo acabado de falar com Abraão, Deus se retirou. 
Palavra do Senhor.
 
 
Salmo - Sl 127 (128),1-2. 3. 4-5 (R. 4)
R. Será assim abençoado todo aquele que respeita o Senhor.

1Feliz és tu se temes o Senhor* 
e trilhas seus caminhos! 
2Do trabalho de tuas mãos hás de viver,* 
serás feliz, tudo irá bem!R. 

3A tua esposa é uma videira bem fecunda* 
no coração da tua casa; 
os teus filhos são rebentos de oliveira* 
ao redor de tua mesa.R. 

4Será assim abençoado todo homem* 
que teme o Senhor. 
5O Senhor te abençoe de Sião,* 
cada dia de tua vida.R. 

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Liturgia Diária

  • Verde. 5ª-feira da 12ª Semana Tempo Comum 

Evangelho - Mt 7,21-29
A casa construída sobre a rocha e
a casa construída sobre a areia.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 7,21-29
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 
2lNem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', 
entrará no Reino dos Céus, mas o que põe em prática 
a vontade de meu Pai que está nos céus. 
22Naquele dia, muitos vão me dizer: 
'Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos? 
Não foi em teu nome que expulsamos demônios? 
E não foi em teu nome que fizemos muitos milagres?' 
23Então eu lhes direi publicamente: 
'Jamais vos conheci. 
Afastai-vos de mim, vós que praticais o mal. 
24Portanto, quem ouve estas minhas palavras 
e as põe em prática, 
é como um homem prudente, 
que construiu sua casa sobre a rocha. 
25Caiu a chuva, vieram as enchentes, 
os ventos deram contra a casa, 
mas a casa não caiu, 
porque estava construída sobre a rocha. 
26Por outro lado, 
quem ouve estas minhas palavras e não as põe em prática, 
é como um homem sem juízo, 
que construiu sua casa sobre a areia. 
27Caiu a chuva, vieram as enchentes, 
os ventos sopraram e deram contra a casa, 
e a casa caiu, e sua ruína foi completa!' 
28Quando Jesus acabou de dizer estas palavras, 
as multidões ficaram admiradas com seu ensinamento. 
29De fato, ele as ensinava como quem tem autoridade 
e não como os mestres da lei. 
Palavra da Salvação.
 
 
1ª Leitura - Gn 16,1-12.15-16
Agar deu à luz o filho de Abrão,
a quem ele pôs o nome de Ismael.
Leitura do Livro do Gênesis 16,1-12.15-16
1Sarai, a mulher de Abrão, não lhe dera filhos. 
Mas, tendo uma escrava egípcia, chamada Agar, 
2Sarai disse a Abrão: 
'Eis que o Senhor me fez estéril. 
Une-te, pois, à minha escrava, 
para ver se, por ela, posso ter filhos'. 
Abrão atendeu ao pedido de Sarai. 
3Depois de Abrão ter morado dez anos em Canaã, 
Sarai, sua esposa, tomou sua escrava egípcia, Agar, 
e deu-a como mulher ao seu marido Abrão. 
4Abrão uniu-se a Agar e ela concebeu. 
Percebendo-se grávida, 
começou a olhar com desprezo a sua senhora. 
5Sarai disse a Abrão: 
'Tu és responsável pela injúria que estou sofrendo. 
Fui eu mesma que coloquei minha escrava em teus braços: 
e ela, apenas ficou grávida, pôs-se a desprezar-me. 
O Senhor será juiz entre mim e ti'. 
6Abrão respondeu a Sarai: 
'Olha, a escrava é tua; 
faze dela o que bem estenderes'. 
E Sarai maltratou-a tanto que ela fugiu. 
7Um anjo do Senhor, encontrando-a junto à fonte do deserto, 
no caminho de Sur, disse-lhe: 
8'Agar, escrava de Sarai, 
de onde vens e para onde vais?' 
Ela respondeu: 'Estou fugindo de Sarai, minha senhora'. 
9E o anjo do Senhor lhe disse: 'Volta para a tua 
senhora e sê submissa a ela'. 
10E acrescentou: 'Multiplicarei a tua descendência de tal forma, 
que não se poderá contar'. 
11Disse, ainda, o anjo do Senhor: 
'Olha, estás grávida e darás à luz um filho e o chamarás Ismael, 
porque o Senhor te ouviu na tua aflição. 
12Ele será indomável como um jumento selvagem, 
sua mão se levantará contra todos, 
e a mão de todos contra ele. 
E ele viverá separado de todos os seus irmãos'. 
15Agar deu à luz o filho de Abrão; 
e ele pôs o nome de Ismael ao filho que Agar lhe deu. 
16Abrão tinha oitenta e seis anos, 
quando Agar deu à luz Ismael. 
Palavra do Senhor.
 
 
Salmo - Sl 105, 1-2. 3-4a. 4b-5 (R. 1a)
R. Dai graças ao Senhor, porque ele é bom.

Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

1Dai graças ao Senhor, porque ele é bom, * 
porque eterna é a sua misericórdia! 
2Quem contará os grandes feitos do Senhor? * 
Quem cantará todo o louvor que ele merece?R. 

3Felizes os que guardam seus preceitos * 
e praticam a justiça em todo o tempo! 
4aLembrai-vos, ó Senhor, de mim, lembrai-vos, * 
pelo amor que demonstrais ao vosso povo!R. 

4bVisitai-me com a vossa salvação, * 
5para que eu veja o bem-estar do vosso povo, 
e exulte na alegria dos eleitos, * 
e me glorie com os que são vossa herança.R. 

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Liturgia Diária

  • Verde. 4ª-feira da 12ª Semana Tempo Comum 

  
Evangelho - Mt 7,15-20
Pelos seus frutos vós os conhecereis.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 7,15-20
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 
15Cuidado com os falsos profetas: 
Eles vêm até vós vestidos com peles de ovelha, 
mas por dentro são lobos ferozes. 
16Vós os conhecereis pelos seus frutos. 
Por acaso se colhem uvas de espinheiros 
ou figos de urtigas? 
17Assim, toda árvore boa produz frutos bons, 
e toda árvore má, produz frutos maus. 
18Uma árvore boa não pode dar frutos maus, 
nem uma árvore má pode produzir frutos bons. 
19Toda árvore que não dá bons frutos 
é cortada e jogada no fogo. 
20Portanto, pelos seus frutos vós os conhecereis. 
Palavra da Salvação.
 
 
1ª Leitura - Gn 15,1-12.17-18
Abrão teve fé no Senhor, 
que considerou isso como justiça; 
e o Senhor fez aliança com Abrão.
Leitura do Livro do Gênesis 15,1-12.17-18

Naqueles dias: 
1O Senhor falou a Abrão, dizendo: 
'Não temas, Abrão! 
Eu sou o teu protetor 
e tua recompensa será muito grande'. 
2Abrão respondeu: 
'Senhor Deus, que me darás? 
Eu me vou desta vida sem filhos 
e o herdeiro de minha casa será Eliezer de Damasco'. 
3E acrescentou: 
'Como não me deste descendência, 
um servo nascido em minha casa será meu herdeiro'. 
4Então o Senhor falou-lhe nestes termos: 
'O teu herdeiro não será esse, 
mas um dos teus descendentes 
é que será o herdeiro'. 
5E, conduzindo-o para fora, disse-lhe: 
'Olha para o céu e conta as estrelas, 
se fores capaz!' 
E acrescentou: 
'Assim será a tua descendência'. 
6Abrão teve fé no Senhor, 
que considerou isso como justiça. 
7E lhe disse: 
'Eu sou o Senhor que te fez sair de Ur dos Caldeus, 
para te dar em possessão esta terra'. 
8Abrão lhe perguntou: 
'Senhor Deus, como poderei saber 
que vou possuí-la?' 
9E o Senhor lhe disse: 
'Traze-me uma novilha de três anos, 
uma cabra de três anos, 
um carneiro de três anos, 
além de uma rola e de uma pombinha'. 
10Abrão trouxe tudo 
e dividiu os animais pelo meio, 
mas não as aves, 
colocando as respectivas partes uma frente à outra. 
11Aves de rapina se precipitaram sobre os cadáveres, 
mas Abrão as enxotou. 
12Quando o sol já se ia pondo, 
caiu um sono profundo sobre Abrão 
e ele foi tomado de grande e misterioso terror. 
17Quando o sol se pôs e escureceu, 
apareceu um braseiro fumegante e uma tocha de fogo, 
que passaram por entre os animais divididos. 
18Naquele dia o Senhor fez aliança com Abrão, dizendo: 
'Aos teus descendentes darei esta terra, 
desde o rio do Egito 
até o grande rio, o Eufrates'. 
Palavra do Senhor.
 
 
Salmo - Sl 104,1-2. 3-4. 6-7. 8-9 (R. 8a)
R. O Senhor se lembra sempre da Aliança.
 
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.

1Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, * 
anunciai entre as nações seus grandes feitos! 
2Cantai, entoai salmos para ele, * 
publicai todas as suas maravilhas!R. 

3Gloriai-vos em seu nome que é santo, * 
exulte o coração que busca a Deus! 
4Procurai o Senhor Deus e seu poder, * 
buscai constantemente a sua face!R. 

6Descendentes de Abraão, seu servidor, * 
e filhos de Jacó, seu escolhido, 
7ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, * 
vigoram suas leis em toda a terra.R. 

8Ele sempre se recorda da Aliança, * 
promulgada a incontáveis gerações; 
9da Aliança que ele fez com Abraão, * 
e do seu santo juramento a Isaac.R. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...